Exposição “Queermuseu” será reaberta no próximo sábado

  • Por Jovem Pan
  • 16/08/2018 11h21 - Atualizado em 16/08/2018 11h22
DivulgaçãoA exposição causou grande polêmica em 2017, acusada de ferir os bons costumes e incentivar a pedofilia e zoofilia

A exposição “Queermuseu: Cartografias da Diferença na Arte Brasileira” reestreará no próximo dia 18 de agosto, nas Cavalariças da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Dessa vez haverá um aviso na entrada do local, alertando que algumas obras podem estar em desacordo com visões mais conservadoras.

Em 2017, a exposição foi alvo de protestos no Rio Grande do Sul, onde foi cancelada. Movimentos de direita acusaram o evento de arte de promover a blasfêmia, pedofilia e zoofilia, o que acabou tomando grandes proporções.

A reabertura foi viabilizada através de uma campanha de financiamento coletivo, lançada em 31 de janeiro desde ano. Mais de 1 milhão foram arrecadados em 58 dias.

No Morning Show desta quinta-feira (16), a bancada do programa debateu as polêmicas em torno da exposição. Assista: