FAB dá tiro e intercepta aeronave com 500 kg de cocaína no MS

Força Aérea Brasileira agiu em conjunto com a Polícia Federal após avião entrar no espaço aéreo brasileiro sem autorização; após pouso forçado, dois suspeitos fugiram

  • Por Jovem Pan
  • 03/07/2022 23h22
Reprodução/Twitter/fab_oficial Pacotes de drogas Aeronave interceptada pela FAB carregava 500 kg de pasta-base de cocaína

A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou uma aeronave de pequeno porte que transportava 500 quilos de drogas, no Mato Grosso do Sul. A ação aconteceu por volta das 12h30 deste domingo, 3, e, segundo o comunicado divulgado pela FAB, o avião entrou no espaço aéreo brasileiro sem autorização e foi classificado como suspeito. Dois caças A-29 Super Tucano da FAB foram empregados na missão, realizada em conjunto com a Polícia Federal (PF). Os agentes tentaram contato com o piloto, mas não obtiveram nenhuma informação dele. 

O avião, sem contato com o controle, descumpriu todas as medidas de policiamento realizadas, mostrando-se hostil. Como ele não obedeceu a nenhuma das ordens, os militares efetuaram então um tiro de detenção, que tem objetivo de atingir o alvo. Após a execução do tiro de detenção, a aeronave, que não tinha plano de voo e entrou no espaço aéreo do Brasil pela fronteira do Mato Grosso do Sul, fez pouso forçado no Estado de São Paulo, entre as cidades de Jales e Pontalinda. Ainda de acordo com a FAB, duas pessoas fugiram do local do pouso forçado antes da chegada dos policiais e na aeronave foram encontrados cerca de 500 kg de pasta-base de cocaína.

*Com informações do Estadão Conteúdo.