Familiares identificam corpos de detentos mortos durante tentativa de fuga em presídio no PA

  • Por Jovem Pan
  • 11/04/2018 11h36
Divulgação/SusipeDos 21 mortos, dez foram levados até Belém e 11, incluindo o do agente penitenciário, estão no IML de Castanhal

Familiares dos detentos mortos durante ação frustrada de fuga no Complexo Penitenciário Izabel do Pará foram até o Instituto Médico Legal, em Belém, para reconhecimento dos corpos e aguardar a liberação dos mesmos. A perícia havia feito a identificação por meio de impressões digitais.

Dos 21 mortos, dez foram levados até Belém e 11, incluindo o do agente penitenciário, estão no IML de Castanhal.

Além dos 21 mortos, quatro servidores continuam internados. Daniel Lobato, Robson Nazareno e Edson Oliveira passaram por cirurgia e têm quadro estável. Já o agente prisional Rosivaldo Silva passou por exames e segue em observação.

Os demais agentes do Complexo penitenciário foram liberados e passam bem. Não foi divulgado o número de presos que ficaram feridos.

Dentre os 21 mortos estão: o agente penitenciário Guardiano Sanatana, de 57 anos, cinco presos e mais 15 suspeitos de tentarem invadir o presídio para apoiar a fuga. As informações são da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) do Pará.

O caso ocorreu no dia seguinte a uma série de 12 assassinatos na Grande Belém. Segundo a Segup, não ha relação entre os casos.

A Segup afirmou ainda, em nota, que segue acompanhando as contagens de segurança dos detentos.

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) não confirmou a fuga de presos até o momento. De acordo com a Segup, um grupo fortemente armado tentou invadir a prisão nesta terça-feira (10) para apoiar a fuga de presos. Eles utilizaram explosivos contra um dos muros do pavilhão C. Somado a isso, detentos também possuíam armas dentro do presídio.

Após a explosão do muro, houve troca de tiros entre os agentes do batalhão penitenciário. No total, cinco armas foram apreendidas no local – dois fuzis, uma carabina ponto 30 e duas pistolas ponto 40.