Feliz Dia do Abraço: Também existe carinho e compaixão na política?

  • Por Jovem Pan
  • 22/05/2017 18h13
Brasil, Brasília, DF, 07/09/2013. A presidente Dilma Rousseff com o vice presidente, Michel Temer durante abertura do desfile militar em comemoração ao Dia da Independência, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF). - Crédito:DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Código imagem:155458Dilma Rousseff dá um leve abraço em Michel Temer

O dia 22 de maio é conhecido como o Dia do Abraço, o gesto, muitas vezes, pode demonstrar carinho e compaixão ao próximo. Mas será que é assim também na política?

A Jovem Pan relembra alguns encontros e tapinhas que viraram verdadeiras “apunhaladas”, principalmente após a troca de gentilezas entre a ex-presidente Dilma Rousseff e Eduardo Cunha, responsável direto por seu impeachment quando presidia a Câmara dos Deputados. Mas há abraços para todos os gostos, como os “amigos para sempre” Dilma e Lula e a saia-justa com um “sorriso amarelo” de Dilma e Temer. 

Será que para eles o melhor lugar no mundo é dentro de um abraço?