FHC critica fala de Eduardo Bolsonaro sobre o STF: ‘Cheira a fascismo’

  • Por Jovem Pan
  • 21/10/2018 15h48
Rodrigo Ramon/Jovem Pan O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que comentários de Eduardo Bolsonaro sobre o STF 'cheiram a fascismo'

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso usou o Twitter para condenar a fala do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) sobre o Superior Tribunal Federal. Em um vídeo, Bolsonaro aparece dizendo que “um soldado e um cabo fecham o STF”.

“As declarações do deputado Eduardo Bolsonaro merecem repudio dos democratas”, escreveu FHC. “Prega a ação direta, ameaça o STF. Não apoio chicanas contra os vencedores, mas estas cruzaram a linha, cheiram a fascismo. Têm meu repúdio, como quaisquer outras, de qualquer partido, contra leis, a Constituição”, continuou o tucano.

No vídeo ao qual FHC faz referência, Eduardo Bolsonaro responde a uma pergunta sobre a possibilidade do STF impedir a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) à presidência da República. Ele afirma que o Tribunal terá que “bancar” a decisão, caso isso aconteça. “O STF vai ter que pagar pra ver, e quando ele pagar pra ver, vai ser ele contra nós”, disse.

O deputado ironizou a facilidade de fechar o Superior Tribunal Federal. “O pessoal até brinca lá, se quiser fechar o STF, sabe o que você faz? Você não manda nem um jipe, manda um soldado e um cabo”, afirmou o parlamentar. Veja o vídeo abaixo:

Esta não é a primeira vez que o ex-presidente usa o Twitter para se manifestar contra políticos da família Bolsonaro. Neste sábado (20), FHC definiu como bem-vindo um manifesto de “democratas progressistas” que está sendo preparado. “Com a provável eleição de Bolsonaro, precisaremos mais ainda de defensores da democracia, para impedir que ele (ou quem vier a vencer) tente sair do rumo constitucional”, escreveu.