FHC reage a foto postada por Bolsonaro: ‘Desinformação é péssima conselheira’

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2018 11h53
Estadão ConteúdoO ex-presidente Fernando Hnerique Cardoso usou sua conta pessoal do Twitter para rebater uma foto publicada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), na qual ele aparece segurando o livro "Prisioner of the State - The secret Journal of chinese premier Zhao Ziyang"

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reagiu nesta segunda-feira (5) a uma postagem feita pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Por meio de sua conta pessoal do Twitter, FHC afirmou que “a desinformação é péssima conselheira, sobretudo vinda dos poderosos” em relação a uma foto postada por Bolsonaro no domingo.

Na imagem, postasta apenas com a legenda “Fernando Henrique Cardoso”, o ex-presidente aparece segurando o livro “Prisioner of the State – The secret Journal of chinese premier Zhao Ziyang”. O post provocou os seguidores de Bolsonaro, que afirmaram que FHC era adepto do comunismo, uma vez que o livro trata do ex-líder comunista Zhao Ziyang, deposto da liderança do Partido Comunista da China em 1989 por se opor aos massacres ocorridos na Praça da Paz Celestial. Ziyang morreu em 2005, aos 85 anos.

“Na foto do Twitter do Pr [presidente] eleito eu apareço lendo um livro de ex-Premier da China, deposto e preso, em que critica o regime. Isso aparece como ‘prova’ de que sou comunista. Só faltava essa. Cruz, credo!”, continiou Fernando Henrique no tweet.

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) publicou em seu Twitter neste domingo (4) uma foto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, na qual ele aparece segurando o livro "Prisioner of the State - The secret Journal of chinese premier Zhao Ziyang", que trata do ex-líder comunista Zhao Ziyang, morto em 2005, aos 85 anos

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) publicou em seu Twitter neste domingo (4) uma foto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, na qual ele aparece segurando o livro “Prisioner of the State – The secret Journal of chinese premier Zhao Ziyang”, que trata do ex-líder comunista Zhao Ziyang, morto em 2005, aos 85 anos