Filho de presidente da Câmara de Vereadores do RJ é indiciado por tentativa de feminicídio

  • Por Jovem Pan
  • 20/02/2019 11h03
Reprodução/TV GloboFábio é suspeito de agredir a esposa por três horas no dia 21 de dezembro do ano passado

O empresário Fábio Tuffy Felippe foi indiciado por tentativa de feminicídio por suspeita de agredir a esposa por três horas no dia 21 de dezembro do ano passado. Fábio é filho do presidente da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, Jorge Felippe.

Agredida com socos e chutes, o rosto da mulher ficou desfigurado. O crime ocorreu na residência do casal.

A esposa de Fábio não chegou a fazer o exame de corpo de delito no IML, mas a delegada responsável pelas investigações concluiu, com base nos depoimentos de testemunhas e informações do prontuário médico, que a sessão de espancamento foi uma tentativa de feminicídio.

A vítima ficou internada por uma semana e um dos principais depoimentos no caso é da mãe da jovem. Ela disse que a filha vinha sendo vítima de violência doméstica há anos, mas nunca formalizou uma denúncia, e que ela nutria o desejo de se separar por conta do comportamento de Fábio.

O empresário não teria aceitado o fim do relacionamento, de acordo com investigação da Polícia Civil. Em vídeo divulgado na época, o vereador Jorge Felippe (MDB) disse que “quem pratica violência tem que responder pelo ato”.

Fábio chegou a ser preso em janeiro, mas ficou detido por uma semana. Ele está proibido de se aproximar da vítima e de familiares desta.

O inquérito sobre o caso foi encaminhado ao Ministério Público e os promotores decidirão se apresentam denúncia contra Fábio Felippe. Caso condenado, o empresário pode ter pena de até 20 anos.