Filhos de Maluf são condenados por lavagem de dinheiro

Penas vão de oito anos de prisão ao empresário Flávio Maluf a quatro anos para as filhas Ligia e Lina Maluf

  • Por Jovem Pan
  • 20/06/2019 11h10 - Atualizado em 20/06/2019 11h27
Evelson de Freitas/Estadão ConteúdoDe acordo com a decisão da juíza da 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo, Silva Maria Rocha, o empresário Flávio Maluf deve ficarpreso por oito anos em regime fechado

Doze anos depois do início do processo, a Justiça Federal de São Paulo condenou, nesta quinta-feira (20), três filhos do ex-prefeito Paulo Maluf, por lavagem de dinheiro. Apesar das determinações de prisão, todos podem recorrer em liberdade.

De acordo com a decisão da juíza da 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo, Silva Maria Rocha, o empresário Flávio Maluf deve ficar preso por oito anos em regime fechado. Já as penas para as filhas Ligia e Lina Maluf são menores: quatro anos em regime semiaberto para ambas.

O processo foi instaurado em 2006, quando o Ministério Público Federal (MPF) denuniou a família do ex-prefeito por realizar movimentações financeiras no exterior. O objetivo, segundo o órgão, seria ocultar recursos desviados em obras realizadas na gestão de Maluf, que foi prefeito de São Paulo entre 1993 e 1996.