Fiocruz recebe remessa de insumo neste sábado para produção da vacina de Oxford

Fabricação do imunizante foi interrompida na última semana e será retomada na próxima terça-feira, 25, depois que o IFA for analisado e descongelado

  • Por Jovem Pan
  • 22/05/2021 13h32 - Atualizado em 22/05/2021 13h56
REUTERS/Pilar Olivares/27/01/2021 Nesta sexta-feira, 21, a Fiocruz entregou mais 6,1 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca ao Ministério da Saúde

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebe neste sábado, 22, um carregamento de Ingrediente Farmacológico Ativo (IFA) para a produção da vacina da Universidade de Oxford/AstraZeneca. A fabricação do imunizante pela Fiocruz foi interrompida na última quinta-feira, 20, por falta do insumo, e será retomada na próxima terça-feira, 25. Isso porque o IFA, que vem da China, precisa ser analisado e descongelado antes de iniciar a produção. Segundo a fundação, o voo está previsto para chegar no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) às 17h50. Com as novas remessas, estão asseguradas a produção de vacinas até a terceira semana de junho e entregas ininterruptas até 3 de julho. Ao todo, a Fiocruz já entregou ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) 41,1 milhões de doses da vacina, o que corresponde a 45% das doses disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). Nesta sexta-feira, 21, foram disponibilizadas ao Ministério da Saúde 6,1 milhões de doses, sendo 800 mil doses a mais do que o previsto inicialmente, em razão da liberação de um novo lote da etapa de controle de qualidade.