França diz que não reajustou tarifa do metrô porque Doria queria valor maior

  • Por Jovem Pan
  • 02/01/2019 20h49
Suamy Beydoun/Estadão ConteúdoFrança passou o comando de São Paulo a Doria na terça-feira (1º)

O ex-governador de São Paulo Márcio França (PSB) disse que não anunciou o reajuste das tarifas de trem e metrô porque o sucessor, João Doria (PSDB), queria um valor maior do que o defendido pela equipe do candidato derrotado durante as reuniões transição. Atualmente, a passagem desse transporte no estado é de R$ 4.

Segundo França, não houve consenso no assunto porque ele queria aplicar apenas a correção inflacionária dos últimos 12 meses (3,6%) no valor das passagens. Assim, a tarifa aumentaria para R$ 4,15. Entretanto, a equipe do tucano queria um reajuste para R$ 4,25. Não há definição do novo governo sobre o valor até o momento.

“A decisão de enviar o reajuste de tarifa é de competência do secretário dos Transportes Metropolitanos [Clodoaldo Pelissioni], que concordava em enviar no máximo o valor do reajuste pela inflação (IPC-Fipe). Ele entendia que qualquer aumento maior poderia ser objeto de questionamento pelo Ministério Público”, disse França.

‘Faltou coragem’

Nesta quarta-feira (2) Doria disse que “faltou coragem” a França para anunciar o reajuste da passagem dos trilhos. Segundo o tucano, havia um entendimento entre as duas equipes durante a transição pela tarifa de R$ 4,25 dos transportes sobre trilhos. O novo valor, segundo o governador, deve ser anunciado nesta quinta-feira (3).

“O entendimento houve, entre o governo de transição e o governo atual. Houve, inclusive, um anúncio prévio feito pelo ex-governador Márcio França e vocês são testemunhas disso. Numa agenda externa ele falou sobre a tarifa de R$ 4,25. Foi ele que disse, inclusive. Então, não foi falta de entendimento, não foi falta de iniciativa, de presteza da nossa parte. Foi falta de coragem do [então] governador de praticar aquilo que outros governadores já fizeram, ainda que em fim de mandato”, afirmou Doria.

*Com informações do Estadão Conteúdo