Funcionário da Fundação Casa é preso com material de pornografia infantil

  • Por Jovem Pan
  • 13/07/2017 18h11 - Atualizado em 13/07/2017 18h14
Divulgação-Polícia Federal Material apreendido pela PF continha 98.625 arquivos de pornografia infantil

Um funcionário da Fundação Casa foi preso nesta quarta-feira (13) durante a Operação Proteção Integral da Polícia Federal, iniciada em maio, que investiga a distribuição de pornografia infantil na internet. A PF chegou ao rapaz após notar “um intenso compartilhamento de material ilícito na internet”.

Além da prisão, foram cumpridos outros dois mandados de busca e apreensão na Grande São Paulo. O funcionário da Fundação Casa foi detido em flagrante com 98.625 arquivos de imagens de sexo explícito de crianças e adolescentes. A Polícia Federal agora vai analisar se ele também praticou abusos contra os internos da unidade em que trabalha.

O funcionário vai responder pelos crimes de posse e compartilhamento de imagens pornográficas contendo menores de idade. A pena máxima para este tipo de crime varia em até dez anos de detenção.