Futuro governador de Goiás, Caiado lamenta denúncias contra João de Deus: ‘Difícil acreditar’

  • Por Jovem Pan
  • 12/12/2018 16h40 - Atualizado em 12/12/2018 16h59
Jefferson Rudy/Agência SenadoMais de 200 mulheres já fizeram acusações; senador não quer "antecipar juízos de valor"

Ronaldo Caiado (DEM), atual senador e futuro governador de Goiás, afirmou nesta quarta-feira (12) que considera “difícil” acreditar nas denúncias de abuso sexual feitas contra João Teixeira de Faria, o médium João de Deus. O estabelecimento em que o líder espiritual realiza seus tratamentos, a Casa Dom Inácio de Loyola, fica na cidade de Abadiânia (GO).

“É triste. É difícil acreditar em tudo isso (…). É uma pessoa que sempre teve os melhores conceitos entre pessoas que vêm do mundo inteiro. É até difícil crer em tudo aquilo que foi colocado”, disse, ressaltando em seguida que não quer antecipar “juízos de valor” sobre o caso. “Caberá aos órgãos competentes levantar a procedência das denúncias e, a partir daí, fazer o julgamento”, completou.

A declaração foi feita no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde integrantes de seu partido se reuniram com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo o Ministério Público de Goiás (MP-GO), 206 mulheres entraram em contato até a última terça-feira (11) para fazer denúncias contra o médium. Na quarta (12), ele esteve na Casa Dom Inacio de Loyola por cerca de 10 minutos, onde reafirmou ser inocente.

*Com informações da Agência Brasil