Fuvest: Saiba o que é permitido e proibido no dia da prova

  • Por Rafael Iglesias
  • 25/11/2018 09h08
Robson Fernandes/Estadão ConteúdoCerca de 128 mil estudantes concorrem a 9,3 mil vagas na USP

Qualquer falha pode comprometer o trabalho de um ano inteiro. Por isso, os cerca de 128 mil estudantes que realizam neste domingo (25) a primeira fase da Fuvest – prova de acesso à Universidade São Paulo (USP) – precisam estar atentos a algumas regras.

Os portões dos locais de prova ficam abertos entre 12h30 e 13 horas e para facilitar o acesso na capital paulista, a prefeitura alterou o trânsito para o dia, que tem previsão de chuva. Este ano, há 8,3 mil vagas para 183 cursos diferentes.

Que os celulares são proibidos e as “saidinhas” para ir ao banheiro exigem a presença de um fiscal, quase todos os estudantes sabem. Os que esquecem, são lembrados pela equipe de cada local de prova. Mas é preciso estar atento a detalhes. Veja abaixo.

O estudante pode levar

  • água;
  • alimentos leves;
  • apontador;
  • borracha;
  • caneta esferográfica de tinta azul;
  • documento de identidade original com foto;
  • lápis ou lapiseira;
  • régua transparente.

O que é proibido na prova

  • caneta que não sejam esferográficas azuis;
  • celulares;
  • corretivo para rasuras (o famoso “branquinho”);
  • equipamentos eletrônicos como calculadora, computador e tablet;
  • folha para anotações e rascunhos;
  • fone de ouvido e similares;
  • gorro, boné, chapéu e similares;
  • marca-texto;
  • material impresso;
  • relógios de qualquer tipo.

Cronograma

A divulgação dos convocados para a segunda fase será em 10 de dezembro, mesmo dia em que serão conhecidos os locais das provas de conhecimentos específicos a serem realizadas entre 6 e 7 de janeiro de 2019. A primeira chamada para matrícula será em 24 de janeiro.