Fux autoriza abertura de inquérito contra deputada Shéridan (PSDB)

  • Por Jovem Pan
  • 18/09/2018 13h23 - Atualizado em 18/09/2018 13h24
Marcelo Camargo/Agência BrasilA tucana é suspeita de ter nomeado uma babá e uma empregada doméstica, que trabalham em sua casa, como secretárias parlamentares

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, autorizou a abertura de inquérito contra a deputada federal Shéridan Oliveira, do PSDB de Roraima.

 A decisão é da última sexta-feira (14), mas entrou no sistema do Supremo nesta segunda (17).

A tucana é suspeita de ter nomeado uma babá e uma empregada doméstica, que trabalham em sua casa, como secretárias parlamentares. 

Os salários dessas funcionárias, pagos pela Câmara dos Deputados, variam entre R$ 4 mil e R$ 11,8 mil.

A Procuradoria-Geral da República pediu ao STF para investigar se a deputada cometeu o crime de peculato – quando um servidor se apropria de dinheiro público para proveito próprio.

Com a autorização de abertura de inquérito, ficou também determinada a coleta de informações na Câmara. O ministro decidiu que as funcionárias da deputada precisam ser ouvidas.