General Ramos nomeia militar para cuidar de emendas e cargos no governo Bolsonaro

O coronel Amaral Filho assume o cargo de secretário de Relações Institucionais no lugar de Abel Ferreira Leite Neto. A troca foi publicada nesta segunda-feira (2) no DOU

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2020 17h18
Antonio Cruz/Agência BrasilO ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos

O ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, escolheu o coronel Manoel Fernandes Amaral Filho para cargo de secretário de Relações Institucionais, responsável por discussões sobre distribuição de emendas e cargos no governo.

O militar assumirá o lugar de Abel Ferreira Leite Neto, que atuava no Palácio do Planalto desde o governo Michel Temer (MDB). A troca foi publicada nesta segunda-feira (2) no Diário Oficial da União (DOU), mas estava anunciada há dias dentro da pasta. O coronel já atuava no Palácio do Planalto para dar continuidade ao trabalho de Leite Neto.

Segundo a Secretaria de Governo, a mudança é “natural” para o início de novo ano e não houve desentendimento entre o ex-secretário e Ramos. Leite Neto havia sido levado pelo ministro ao cargo de secretário de Relações Institucionais em agosto de 2019.

Integrantes do governo, no entanto, afirmam que o ministro já desejava demitir o agora ex-secretário. Segundo as mesmas fontes, Leite Neto não era “nome de confiança” de Ramos e pesava a ligação dele com o governo Temer.

O coronel Amaral Filho foi apontado como “discreto” por integrantes do governo. Ele atuava como assessor especial na pasta de Ramos desde setembro do ano passado.

A discussão sobre emendas e cargos gera ruídos frequentes entre Planalto e Congresso. Está em curso, por exemplo, uma disputa sobre divisão dos recursos do Orçamento. O presidente Jair Bolsonaro pode rever o acerto que, na avaliação do governo, dá poder excessivo ao relator do projeto na repartição do dinheiro de emendas parlamentares.

*Com informações do Estadão Conteúdo