Gilmar Mendes: 60 milhões de votos não autorizam Bolsonaro a descumprir Constituição

  • Por Jovem Pan
  • 31/05/2020 21h04
Rosinei Coutinho/SCO/STF Gilmar Mendes é ministro do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou, neste domingo (31,) à “GloboNews” que, certas vezes, falta ao presidente Jair Bolsonaro a compreensão de que ele foi eleito em uma democracia constitucional.

“O fato de o presidente ter tido quase 60 milhões de votos não o autoriza a descumprir a Constituição”, declarou.

Gilmar disse ainda que, pessoalmente, já falou a Bolsonaro que achava equivocada a participação dele em manifestações antidemocráticas.

O presidente Jair Bolsonaro em cavalo da PM frente ao Palácio do Planalto durante manifestação a favor do seu governo neste domingo (31)

Gilmar Mendes também afirmou que as instituições do Brasil estão funcionando, mas ele reconheceu que há escalada do discurso antidemocrático no País. Ele assegurou, contudo, que atos que pregam a ruptura “não nos intimidam”.

Gilmar ressaltou que “não são elogiáveis manifestações antidemocráticas” e que elas “não apenas são inconstitucionais como também criminosas”.

*Com Estadão Conteúdo