Governador de Rondônia promete uma administração transparente

  • Por Agência Brasil
  • 01/01/2015 18h09

O governador de Rondônia, Confúcio Moura, tomou posse no cargo pregando transparência e avisando que não será conivente com desvios praticados por integrantes de sua equipe. A cerimônia ocorreu na manhã de hoje (1º), no Teatro Estadual Palácio das Artes, na capital Porto Velho.

Em seu discurso, o governador ressaltou que não aceitará eventuais desvios de sua equipe. “Se algum integrante do nosso governo cair em comprovada tentação e errar, será substituído. Responderá pelos seus atos na Justiça, com direito ao devido processo legal, ao contraditório e a ampla defesa. Não serei conivente e nem porei panos quentes. Quem errar, não fica no meu governo. E pagará pelo seu erro.”

O governador também destacou que fará uma administração voltada para a austeridade fiscal, limitando ao máximo os gastos desnecessários. “Queremos segurar a chave do cofre. Não gastar com besteiras, viagens sem necessidade, consultorias inúteis, controlar os gastos.”

Confúcio nasceu na cidade de Dianópolis, em Tocantins, em 1948. Foi policial militar por nove anos. Formado em medicina, iniciou a carreira política em 1994, quando se elegeu deputado federal.
Foi reeleito deputado em 1998 e em 2002. Em 2004, foi eleito prefeito de Ariquemes (RO), renunciando ao mandato de deputado federal. Em 2008 foi reeleito para um novo mandato como prefeito e, em 2010, renunciou ao cargo para se candidatar ao governo do estado, vencendo o pleito em segundo turno, com 419.928 votos, atingindo 53,43%, contra o concorrente Expedito Júnior (PSDB).