Quarentena: Governo de SP anuncia novas classificações das regiões; confira

  • Por Jovem Pan
  • 10/06/2020 12h56 - Atualizado em 11/06/2020 08h05
EFE/EPA/MATTEO BAZZIAs regiões de Bauru e Araraquara, que estavam na Fase 3 - Amarela, retornaram para um patamar anterior -- o da Fase 2 - Laranja

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quarta-feira (10) a prolongação da quarentena de 15 a 28 de junho. De acordo com ele, a ‘quarentena heterogênea’ segue avançando, garantindo a retomada consciente da economia por fases e regiões.

Agora, a Região Metropolitana de São Paulo, a Baixada Santista e o Vale do Ribeira se unem à capital paulista na Fase 2 – Laranja da flexibilização, que prevê a reabertura de concessionárias, atividades imobiliárias, escritórios, comércios de rua e shoppings centers.

As regiões de Bauru e Araraquara, que estavam na Fase 3 – Amarela, retornaram para um patamar anterior, o da Fase 2 – Laranja.

Já as regiões de Presidente Prudente, Barretos e Ribeirão Preto voltam pra Fase 1 – Vermelha, a mais restrita de todas, em que apenas as atividades essenciais funcionam.

De acordo com a secretaria de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, nos primeiros 15 dias da nova quarentena, houve uma melhora significativa dos indicadores chave na média geral do Estado.

No dia 1 de junho, a ocupação dos leitos de UTI era de 72,6%. No dia 8 de junho, a taxa era de 69,1%. O número de leitos a cada 100 mil habitantes também subiu nessas datas: de 15,4 para 18,1.

Números

O Estado de São Paulo tem hoje 156.316 casos confirmados de covid-19 — um aumento de 6.178 positivos em relação ao dia anterior. Já são 9.862 mortos em decorrência da doença — 340 óbitos a mais que o número anterior, batendo um novo recorde diário.

No Estado, a ocupação dos leitos de UTI está em 69,1%. Na Grande São Paulo a situação é pior: 76,6%. Entre casos suspeitos e confirmados, são 4.953 internados em UTI e 8.123 em enfermarias.