Governo de SP anuncia vacinação para pessoas com deficiência e comorbidades acima de 50 anos

Grupo começará a ser imunizado a partir de 14 de maio; a condição de risco deverá ser comprovada por meio de exames, receitas, relatórios e prescrição médica

  • Por Jovem Pan
  • 07/05/2021 13h57 - Atualizado em 07/05/2021 15h40
ANA LEAL/O FOTOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDO - 06/05/2021Pessoas com deficiência permanente e comorbidades entre 50 anos e 54 anos serão vacinadas a partir de 14 de maio

O governador João Doria (PSDB) atualizou nesta sexta-feira, 7, o cronograma de vacinação contra Covid-19 no Estado de São Paulo. A partir de 14 de maio começarão a ser vacinadas pessoas com deficiência permanente e comorbidades entre 50 anos e 54 anos. Este grupo não estava na programação de vacinação anunciada anteriormente pelo governo do Estado. As comorbidades aceitas estão agrupadas nas categorias de doenças cardiovasculares e doenças crônicas elencadas pelo Ministério da Saúde. A condição de risco deverá ser comprovada por meio de exames, receitas, relatórios e prescrição médica. As pessoas com deficiência deverão apresentar o comprovante de recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social. Nesta etapa, serão imunizadas cerca de 865 mil pessoas.

Além da atualização sobre o calendário de vacinação, o governo também apresentou os índices relativos à ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em São Paulo. Nesta sexta-feira, a taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado é de 78,3%. Na Grande São Paulo, a ocupação é de 76,3%. No momento, há 10.060 pessoas internadas no tratamento intensivo e 11.260 nas enfermarias. “O número reduziu. Foram quase três mil pacientes a menos ocupando os leitos de unidade de terapia intensiva, o que permitiu essa remobilização [de leitos] para outras doenças”, explicou o secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn. Ele afirmou que, em caso de necessidade, é possível retomar os leitos para tratar pessoas infectadas com a Covid-19.

Calendário de vacinação do Estado de São Paulo

Comorbidades elencadas pelo Ministério da Saúde:

Doenças cardiovasculares:

  • Insuficiência cardíaca;
  • Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar;
  • Cardiopatia hipertensiva;
  • Síndrome coronarianas;
  • Valvopatias;
  • Miocardiopatia e pericadiopatias;
  • Doença da aorta, dos grandes vasos e fistulas arteriovenosas;
  • Arritmia cardíacas;
  • Cardiopatias congênitas no adulto;
  • Prótese valvares e dispositivos cardíacos implantados;

Doenças crônicas:

  • Diabetes mellitus;
  • Pneumopatias crônicas graves;
  • Hipertensão arterial resistente;
  • Hipertensão artéria estágio 3;
  • Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo;
  • Doença cerebrovascular;
  • Doença renal crônica;
  • Imunossuprimindos (incluindo pacientes oncológicos);
  • Anemia falciforme;
  • Obesidade mórbida;
  • Cirrose hepática;
  • HIV;