Governo de SP define centros de pesquisa que vão testar vacina contra Covid-19

Os testes coordenados pelo Instituto Butantã serão feito com 9 mil pessoas em 6 estados

  • Por Jovem Pan
  • 01/07/2020 13h04 - Atualizado em 02/07/2020 07h49
EFE/EPA/RONALD WITTEKO governo estadual espera aprovação da Anvisa para que os testes da Fase 3 sejam iniciados ainda essa semana, imediatamente após a autorização

O Governo do Estado de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (1º) que foram definidos os 12 centros de pesquisa que farão os testes da vacina contra a Covid-19, desenvolvida em parceria com o laboratório Sinovac, no Brasil. Os testes coordenados pelo Instituto Butantã serão feito com 9 mil pessoas em 6 estados: São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná.

As instituições escolhidas em São Paulo, são: Centro de Pesquisas Clínicas do Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, Instituto de Infectologia Emílio Ribas, Medicina da Universidade Municipal de São Caetano do Sul, Hospital das Clinica da Unicamp, Faculdade de Medicina de Rio Preto e Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP.

Fora de São Paulo estão o Núcleo de Medicina Tropical da UNB (Brasília), Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas – Fiocruz (Rio de Janeiro), Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Fármacos da UFMG (Minas Gerais), Hospital São Lucas da PUC-RS (Rio Grande do Sul) e Hospital das Clínicas da UFPR (Paraná).

O governo estadual espera aprovação da Anvisa para que os testes da Fase 3 sejam iniciados ainda essa semana, imediatamente após a autorização. As Fases 1 e 2 de testes já foram concluídas na China, pela Sinovac. O acordo entre o Governo de SP e o laboratório prevê a transferência de tecnologia para produção em escala industrial da vacina pelo Instituto Butantã. A vacina, se der certo, será distribuída de forma gratuita pelo SUS em todo o país em meados de 2021.

Atualização dos números

O Estado de São Paulo inicia o mês de julho com 289.935 casos confirmados da Covid-19 e 15.030 óbitos. A taxa de ocupação das UTIs, no Estado, está em 64,4%. Na Grande São Paulo, o índice está em 65,4%. Quanto aos internados, em UTI estão 5.422 pacientes. Nas enfermarias, são 7.999. No Estado, já são 157.845 recuperados.