Governo Dilma tem pior avaliação desde Sarney, mostra pesquisa

  • Por Reuters
  • 01/07/2015 11h22
RIO DE JANEIRO, RJ, 23.06.2015: RIO-2016 - A presidente Dilma Rousseff participa nesta terça-feira (23) das comemorações do Dia Olímpico no Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. O governador Luiz Fernando Pezão, do prefeito Eduardo Paes, e do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Nuzman, participam das comemorações. (Foto: Marcelo Fonseca/Folhapress)A presidente Dilma Rousseff participou nesta terça-feira (23) das comemorações do Dia Olímpico no Parque Aquático Maria Lenk

A rejeição à presidente Dilma Rousseff aumentou ainda mais no fim de junho, derrubando a avaliação ótima/boa de seu governo para um dígito, no pior resultado desde o ex-presidente José Sarney no final de 1989, mostrou pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quarta-feira.

A avaliação ruim/péssima foi a 68% no fim de junho, ante 64% em março. A pesquisa, contratada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), apontou ainda que apenas 9% avaliam o governo como ótimo ou bom, ante 12% três meses antes.

Segundo série histórica do Ibope, a taxa positiva de Dilma repete os 9% do governo Sarney em novembro de 1989.

Os que avaliam o governo Dilma como regular passaram para 21%, ante 23% em março. Os números do novo levantamento vêm num quadro de inflação alta, fraqueza na atividade econômica e desemprego crescente.

A desaprovação da maneira de governar da presidente também aumentou, passando para 83%, ante 78%, enquanto a aprovação foi a 15%, ante 19%.

O levantamento mostrou ainda que apenas 20% dos entrevistados confiam em Dilma, contra 24% que confiavam nela três meses antes, enquanto 78% não confiam, ante 74%.

A pesquisa foi realizada entre 18 e 21 de junho, com 2.002 pessoas em 141 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.