Governo do Paraguai rebate declaração de Guedes sobre país ser um ‘Estado brasileiro com imposto zero’

Ministério das Relações Exteriores lamentou fala do ministro e defendeu o país como uma nação ‘livre, soberana e independente’

  • Por Jovem Pan
  • 20/03/2022 08h24 - Atualizado em 20/03/2022 12h10
MARCELO CHELLO/CJPRESS/ESTaDÃO CONTEÚCO Ministro da Economia, Paulo Geuedes, com a mão da testa Declaração de Paulo Guedes aconteceu durante evento a empresários em Fortaleza

O Ministério das Relações Exteriores do Paraguai lamentou a fala do ministro da Economia brasileiro, Paulo Guedes, sobre o país ser “praticamente um Estado brasileiro com imposto baixo”. Nesta sexta-feira, 19, durante evento em Fortaleza, Guedes mencionou o Paraguai ao comentar a política fiscal do Brasil. “O Paraguai virou praticamente um Estado brasileiro com imposto zero. Cresceu, ficou rico. Ele se beneficia da escala brasileira exportando para o Brasil”, afirmou o ministro. “Se nós tivéssemos impostos baixos, os brasileiros não estavam indo para o Paraguai pra fazer soja, chicote elétrico. Tudo que está sendo feito lá, poderia estar sendo feito aqui”, iniciou.

“É feito lá porque aqui a gente tem imposto muito alto e o Paraguai, inteligentemente, baixou os impostos e virou o estado brasileiro mais rico, entre aspas, o que mais cresce”, completou Guedes. Em nota, Ministério das Relações Exteriores do país vizinho repudiou a fala de Guedes e defendeu o Paraguai como uma nação “livre, soberana e independente”. “O Ministério das Relações Exteriores lamenta as expressões infelizes de um alto funcionário do governo brasileiro”, iniciou a pasta. “O Paraguai é e sempre será uma nação livre, soberana e independente, e em homenagem a quem o defendeu heroicamente ao longo de sua história, essas expressões infelizes não podem ser desprezadas”, declarou o ministério.