Governo espera volta do grau de investimento em 2020

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2019 07h05
Marcelo Camargo/Agência BrasilMansueto espera que, nos próximos meses, pelo menos duas agências de classificação de risco coloquem a nota de crédito do Brasil em perspectiva positiva

O governo está otimista com a retomada do grau de investimento no ano que vem. O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou nesta quinta-feira (5), durante evento com investidores em São Paulo, que o Brasil deve ter uma melhora na sua nota de crédito se persistir nas reformas na área econômica.

Mansueto espera que, nos próximos meses, pelo menos duas agências de classificação de risco coloquem a nota de crédito do Brasil em perspectiva positiva.

No mesmo evento, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmou que o Brasil caminha para retomar o grau de investimento, perdido durante o agravamento da crise – em 2015. O ministro enfatizou que é importante mostrar a investidores estrangeiros que o país voltou a crescer.

“Vender o Brasil lá fora não é só papel do Governo. Nós temos que ter orgulho, paixão. Brasil agora está igual música do Roberto Carlos: ‘daqui pra frente tudo vai ser diferente’.”

Tarcísio reforçou que é necessário trabalhar a imagem do país no exterior em relação ao meio ambiente. Segundo o ministro, o Brasil é a maior potência agroambiental do mundo.

Tarcísio Freitas também disse que a expectativa do governo para a realização de leilões de estradas e terminais em 2020 é “a melhor possível”. Segundo o ministro, o governo espera conceder cerca de cinco mil quilômetros em rodovias no próximo ano, incluindo o leilão da Dutra.

O próximo leilão de aeroportos deve ocorrer apenas em outubro de 2020.

Ainda no evento, Tarcísio Freitas admitiu a possibilidade de a desestatização do Porto de Santos ocorrer junto com a do Porto de São Sebastião, ambos em São Paulo.

*Com informações da repórter Letícia Santini