Governo de São Paulo anuncia acordo para retomada de obras da Linha-6 do Metrô

De acordo com o governador João Doria, as obras receberam quase R$ 13 bilhões de investimentos privados e a linha deve atender quase um milhão de passageiros da região norte da capital

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2020 16h41
Flickr / Governo de SPGoverno de SP anuncia retomada nas obras da Linha-6 do Metrô

O governo do Estado de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (7) que chegou a um acordo para a retomada das obras da Linha-6 do Metrô, que deve atender a população da Zona Norte da capital.

Em coletiva de imprensa, o governador João Doria anunciou o recebimento do contrato de cessão assinado entre a concessionário Move São Paulo e a Acciona. O prazo para a assinatura do documento definitivo para retomada das obras é de 45 dias.

A Linha 6-Laranja do Metrô terá 15,3 km e ligará a região de Brasilândia e Freguesia do Ó, na Zona Norte, à região central de São Paulo, atendendo mais de 630 mil passageiros por dia. O trajeto será feito em até 23 minutos – atualmente, o tempo médio é de 1h30 por meio de ônibus.

O trajeto será composto pelas seguintes estações: Brasilândia, Vila Cardoso, Itaberaba-Hospital Vila Penteado, João Paulo I, Freguesia do Ó, Santa Marina, Água Branca, Pompeia, Perdizes, Cardoso de Almeida, Angélica, Pacaembu, Higienópolis-Mackenzie, 14 Bis, Bela Vista e São Joaquim.

O trecho também permitirá a integração com a linha 1-Azul, do Metrô, 4-Amarela da concessionária ViaQuatro e 7-Rubi e 8-Diamante, ambas da CPTM.

Desde o início da implantação do trecho, houve aporte R$ 694 milhões para pagamento de obras civis e R$ 984 milhões para pagamento das desapropriações de 371 ações. Atualmente, não há pendências do Governo do Estado com a Move São Paulo que impeçam a retomada das obras pela Acciona, afirma o governo.

Em um vídeo postado no Twitter, Doria afirmou que as obras “serão retomadas oficialmente”. Ele estava ao lado do secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e o prefeito de São Paulo, Bruno Covas.

“As obras da Linha-6 do Metrô serão retomadas ainda neste ano e vão caminhar de forma acelerada. São quase R$ 13 bilhões de investimento privado pra atender a população de quase 1 milhão de passageiros da região norte”, disse Doria.

Covastambém comentou a retomada das obras.”A população anseia por essa obra e a prefeitura está preparada para depois reorganizar as linhas de ônibus para completar essa trabalho”, disse. “Volto a reafirmar aqui que até junho desse ano não teremos mais nenhuma obra parada no Estado de São Paulo”, finalizou o governador.