Guarda municipal destrói homenagem a Marielle Franco em Minas Gerais

  • Por Jovem Pan
  • 22/04/2019 15h43 - Atualizado em 22/04/2019 15h53
Reprodução/TwitterAs montagens com pó de serragem colorido são uma tradição em Ouro Preto

Em um vídeo que circulou pelas redes sociais, um guarda municipal aparece desfazendo um tapete de pó de serragem colorido feito em homenagem a Marielle Franco na comemoração de Páscoa de Ouro Preto (MG). A ação revoltou pessoas que estavam no local que acusaram o agente de estar ferindo a liberdade de expressão.

Nas imagens, o policial destrói o tapete com os pés, enquanto dois colegas observam. “Ninguém vai chutar. Respeito à comunhão e à liberdade de expressão”, grita um homem ao lado.

As montagens com pó de serragem colorido são uma tradição na cidade mineira há aproximadamente 300 anos. Elas são confeccionadas durante a madrugada de domingo para a comemoração da Páscoa. Este ano, assim como aconteceu no ano passado, uma delas homenageava a vereadora assassinada em março do ano passado no Rio de Janeiro e seu motorista, Anderson Gomes.

Por meio de nota, o comando da Guarda Municipal de Ouro Preto informou que “a liberdade de expressão não é absoluta ainda mais quando outros direitos estão sendo afetados”. Além disso, a Prefeitura disse que o cônego da cidade tinha proibido imagens que não fossem devocionais.