Guedes mostra insatisfação com Carlos Bolsonaro após críticas a Maia

  • Por Jovem Pan
  • 23/03/2019 09h30
Ernesto Rodrigues/Estadão ConteúdoGuedes evitou comentar crise, mas cedeu a perguntas de jornalistas

O ministro da Economia, Paulo Guedes, evitou comentar diretamente  – na sexta-feira (22) – as declarações mais recentes do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), mas mostrou seu desagrado com as atitudes do filho do presidente.

Carlos postou nas redes mensagem com críticas ao presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), por adiar a tramitação do projeto anticrime apresentado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, ao Congresso.

Em reação, Maia avisou Guedes que deixaria a articulação política da reforma da Previdência.

“Eu boto apenas o espelho e pergunto: o que você acha? Você acha que o filho do presidente [da República] deve ficar atacando o presidente da Câmara dos Deputados? Você acha que isso ajuda?”, disse Guedes, ao ser questionado por jornalistas após a posse da titular da Superintendência de Seguros Privados (Susep), Solange Paiva Vieira, no Rio de Janeiro.

No discurso, dirigido a uma plateia formada por servidores da Susep e pelos principais nomes da equipe econômica, Guedes também tocou indiretamente na troca de farpas entre Maia e o governo Bolsonaro.

“Não se assustem quando virem que, aparentemente, os agentes econômicos não estão se entendendo com o governo ou que os agentes públicos não estão se entendendo entre si. São dores do parto de uma democracia emergente. Isso não deve nos assustar.”

*Com informações do Estadão Conteúdo