Hacker invade o celular de Sergio Moro e troca mensagens por aplicativos

  • Por Jovem Pan
  • 05/06/2019 18h12 - Atualizado em 05/06/2019 18h22
Agência BrasilInvasor ficou cerca de seis horas utilizando seus aplicativos

O celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi invadido nesta terça-feira (4) por um hacker que ficou cerca de seis horas utilizando seus aplicativos. De acordo com o site O Antagonista, o invasor enviou mensagens pelo Telegram para contatos do ex-juiz.

Por volta das 18h, o ministro recebeu uma ligação do seu próprio número e achou estranho, pois atendeu e não havia ninguém do outro lado da linha. A Polícia Federal está investigando o caso. Moro foi obrigado a cancelar a linha.

Em maio, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, determinou a abertura de um inquérito para acompanhar a apuração de tentativas de ataques aos aplicativos de mensagens nos celulares de procuradores do Ministério Público Federal (MPF), sobretudo os que integram a força-tarefa da Lava Jato no Rio e no Paraná.

No âmbito da PGR, foram determinadas providências a serem adotadas pela Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC) “no sentido de diagnosticar eventuais ataques e resolver o problema de forma definitiva”.