Homem é preso suspeito de matar travesti e guardar coração em casa

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2019 10h31 - Atualizado em 22/01/2019 10h32
Divulgação/SSP-SPCaio Santos de Oliveira, de 20 anos, foi preso na madrugada da útlima segunda-feira (21). Caso ocorreu em Campinas, no interior de São Paulo

Um homem foi preso na madrugada da última segunda-feira (21) suspeito de matar uma travesti, arrancar o coração dela e guardá-lo em casa. O caso ocorreu em Campinas, no interior de São Paulo.

Durante um patrulhamento, policias militares abordaram Caio Santos de Oliveira, de 20 anos. Ele tinha escoriações nos braços e na cabeça e confessou ter matado Jenilson José da Silva, de 35 anos, que era conhecido como Kelly, e furtado seus pertences.

Norteados por Oliveira, os policiais foram até um bar e encontraram o corpo da vítima com o rosto lesionado e o tórax aberto. Na casa do suspeito, estavam o coração de Kelly e os objetos furtados.

O suspeito foi preso e encaminhado à 2ª Delegacia Seccional de Campinas. Nesta terça-feira (22), ele compareceu à audência de custódia e deve ser encaminhado, em seguida, para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Hortolândia.