Horário de Verão: confira dicas de ouro para organizar o sono das crianças

  • Por Jovem Pan
  • 15/02/2019 16h16 - Atualizado em 15/02/2019 17h58
PixabayAlguns bebês e crianças podem demorar até duas semanas para se adaptar aos novos horários de acordar ou ir para a cama

Depois de 105 dias, o horário de verão chegará ao fim neste domingo (17). E com o atraso de uma hora sofrido pelos relógios, uma mudança precisa ser administrada para não causar transtornos: o sono das crianças.

Com 12 anos de experiência no mercado, Mariana Zanotto, assessora familiar, especialista em rotina de bebês e em desenvolvimento infantil, dá dicas para conseguir passar pela transição sem grandes problemas. Confira:

Paciência
É importante ter calma nos primeiros dias de alteração. Alguns bebês e crianças podem demorar até duas semanas para se adaptar aos novos horários de acordar ou ir para a cama.

Luz
Escurecer o ambiente antes de ir dormir também ajuda na hora de pegar no sono. Estudos indicam que a exposição excessiva a aparelhos eletrônicos que emitem luz pode afetar de forma drástica a liberação de melatonina, o hormônio que nos ajuda a dormir. O ideal é deligar as luzes e telas 30 minutos antes de ir para a cama.

Hora do sono
Uma outra solução para driblar a mudança é atrasar o momento em que a criança costuma se deitar em 30 minutos. Uma vez que o horário novo iniciar, estimule-a  a voltar para o horário que ela dormia antes de o horário de verão começar. Por exemplo: se o seu filho dorme às 19h30 por três dias, o coloque para dormir às 20h. Uma vez que o horário novo iniciar, volte a colocá-lo para dormir às 19h30, no horário novo.

“Essa mudança nem sempre irá resultar em uma criança que acorda mais tarde, mas pelo menos o corpo terá tempo de se adaptar reduzindo as crises de comportamento que acompanham alterações de horário bruscas”, explica Mari.