IBGE abre processo seletivo para 2,6 mil vagas para o Censo 2020

  • Por Jovem Pan
  • 25/09/2019 17h40
Agência Estado/ArquivoSerão 1.343 postos de trabalho como Coordenador Censitário Subárea (CCS) e outros 1.315 para Agente Censitário Operacional (ACO)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou nesta quarta-feira (25) o edital de um concurso para preenchimento de 2.658 vagas temporárias para trabalho durante o Censo Demográfico 2020. O instituto abrirá 1.343 postos de trabalho como Coordenador Censitário Subárea (CCS) e outros 1.315 para Agente Censitário Operacional (ACO), distribuídos pelas 27 unidades da federação.

O IBGE inicialmente divulgou que as vagas seriam todas para profissionais de nível médio. Posteriormente, no entanto, o edital foi corrigido para informar que as vagas de coordenador censitário subárea exigem nível superior em qualquer área do conhecimento.

Mais cedo, o IBGE publicou o edital de um concurso para preenchimento de 2.658 vagas temporárias para trabalho durante o Censo. O instituto abrirá 1.343 postos de trabalho como Coordenador Censitário Subárea (CCS) e outros 1.315 para Agente Censitário Operacional (ACO), distribuídos pelas 27 unidades da federação.

A função de agente censitário exige que os candidatos tenham concluído o ensino médio. Já as vagas para coordenador censitário exigem, além da conclusão do ensino superior em qualquer área do conhecimento, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no mínimo para a categoria B.

O cargo de Coordenador Censitário Subárea terá remuneração mensal de R$ 3.100,00, enquanto a vaga de Agente Censitário Operacional terá salário de R$ 1.700,00.

As inscrições para o concurso devem ser feitas pela internet, até o próximo dia 15 de outubro. As provas serão realizadas em 1.031 municípios no dia 8 de dezembro. As taxas são de R$ 42,50 para agente e de R$ 58 para coordenador.

A jornada de trabalho de ambas as funções será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. O período máximo da contratação é de 12 meses, podendo ser prorrogado, conforme as regras da legislação em vigor.

* Com informações do Estadão Conteúdo