Incêndio de grandes proporções atinge galpão de reciclagem em Guarulhos

Corpo de Bombeiros atua no local com 17 viaturas e 44 agentes; não há informações de vítimas até o momento

  • Por Jovem Pan
  • 20/06/2022 07h50 - Atualizado em 20/06/2022 08h41
Reprodução/Twitter/@BombeirosPMESP incêndio em Guarulhos Incêndio em galpão de reciclagem em Guarulhos na manhã desta segunda-feira

Um incêndio de grandes proporções foi registrado no início da manhã desta segunda-feira, 20, em um galpão de reciclagem na avenida Guinle, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Até o momento, não há informações de vítimas no local. O Corpo de Bombeiros atua na região desde às 6 horas para tentar controlar o fogo com 17 viaturas e 44 agentes. Após um bombeiro ficar ferido na perna durante a ação, com queimaduras de segundo grau, ele precisou ser socorrido e foi encaminhado para o pronto-socorro do Tatuapé, mas passa bem.  A Defesa Civil também foi acionada e há agentes da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana no local. O fogo provoca uma fumaça preta muito alta na região que pode ser vista a quilômetros de distância. Segundo os Bombeiros, o incêndio não atingiu nenhuma outra construção próxima ao galpão.

“Ainda há focos de incêndio, ainda há chamas, porque havia uma carga muito grande de material reciclado, mas está mais controlado agora. Houve uma grande dificuldade no início do incêndio em virtude do pouco acesso na empresa para as viaturas fazerem a entrada lateral na edificação. Então, o único acesso foi pela frente. Atrás há uma outra empresa, mas com um muro muito alto, então a gente não consegue fazer o combate por trás. Estamos com quatro frente de combates ao incêndio, duas na frente, uma na lateral e abrimos agora um pedaço de um muro para fazer o combate por trás da edificação. É uma edificação de 2.800 m² de área, quase toda consumida pelas chamas”, informou Alexandre de Castro, major do Corpo de Bombeiros que comanda a operação. Segundo ele, a operação de controle do fogo ainda deve demorar “por causa dos rescaldos”. “Mesmo combatendo os incêndios, ainda pode sobrar algum foco de incêndio embaixo. A ideia nossa é de sair [do local] quando estiver 100% segura a edificação”, completou.

Até o momento, não há a confirmação das autoridades sobre como o incêndio teria começado, mas amigos do dono do galpão relatam que houve uma explosão no transformador quando ele ligou o equipamento na manhã desta segunda-feira. O galpão atingido pelas chamas fica a apenas sete quilômetros de distância do aeroporto de Guarulhos. A concessionária que administra o terminal disse à Jovem Pan que, por enquanto, as operações nos voos não foram afetadas

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini