Indio da Costa é preso em operação da PF contra corrupção nos Correios

  • Por Jovem Pan
  • 06/09/2019 12h56
Nilson Bastian/ Câmara dos DeputadosEmpresário foi candidato à governador do Rio no ano passado

O ex-candidato à governador do Rio de Janeiro, Indio da Costa, foi preso, nesta sexta-feira (6), em uma operação da Polícia Federal (PF) contra corrupção nos Correios. Ele, que já foi deputado federal, vereador e secretário do Rio de Janeiro, também atuou como relator da Lei da Ficha Limpa e já concorreu, além de ao cargo de governador, à prefeitura do Rio em 2016 e a vice-presidência do Brasil em 2010, ao lado de José Serra (PSDB).

De acordo com a PF, ele está entre os suspeitos de praticar fraudes que estavam causando prejuízos à empresa “de forma habitual e permanente.” A investigação começou em novembro de 2018, em Santa Catarina, e mostrou que a atuação do grupo se estendia aos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, com a “participação ativa de funcionários dos Correios.”

No momento, cerca de 110 policiais federais estão cumprindo nove mandados de prisão preventiva e 19 mandados de busca e apreensão na cidade do Rio de Janeiro; dois mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão nos municípios de Tamboré, Cotia, Bauru e São Caetano do Sul, no estado de São Paulo; além de um mandado de prisão temporária e um de busca em Belo Horizonte, em Minas Gerais, todos expedidos pela 7ª Vara Federal de Florianópolis.