Infraero: dois aeroportos seguem com problemas de abastecimento

  • Por Jovem Pan
  • 01/06/2018 17h10
Paulo Pinto/Fotos Públicas Aeroportos de Palmas (TO) e Belém (PA) ainda enfrentam problemas com a falta de combustível

Nesta sexta-feira (1°), a Infraero divulgou mais um balanço sobre a situação dos aeroportos que gerencia no Brasil. Em nota, a empresa revelou que apenas o aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues, em Palmas (TO), e o Protásio de Oliveira, na cidade de Belém (PA) ainda enfrentam problemas de desabastecimento gerados pela greve dos caminhoneiros.

O aeroporto de Tocantins está aberto e funcionando, mas as aeronaves que chegam ao terminal precisam ter autonomia de voo para poder seguir viagem. Segundo a Infraero, caminhões tanque devem chegar ainda na madrugada desta sexta-feira no local e o problema deve ser solucionado.

Confira a íntegra da nota:

“O abastecimento de combustível de aviação nos 54 aeroportos da Infraero está sendo estabilizado pelas fornecedoras. Ainda assim, a questão segue monitorada pela empresa, que mantém contato com órgãos públicos relacionados ao setor aéreo para garantir a chegada dos caminhões tanque aos terminais administrados pela Infraero.

Até o momento, apenas dois aeroportos registram falta de combustível: o de Palmas (TO), que tem previsão de receber caminhões tanque na próxima madrugada; e o Protásio de Oliveira, em Belém (PA), que aguarda a chegada de combustível de aviação para atender a sua demanda, exclusivamente de aviação geral e executiva (táxi aéreo, helicópteros, entre outras).

Ao passageiro, a Infraero recomenda que procure sua companhia aérea para consultar a situação de seu voo. Aos operadores de aeronaves, a empresa orienta que planejem seus voos de acordo com a disponibilidade de combustível na rota pretendida”.