Joesley Batista entrega novos áudios à PGR; Ministro pode estar envolvido

  • Por Jovem Pan
  • 31/08/2017 19h38 - Atualizado em 31/08/2017 19h39
Novos áudios do empresário Joesley Batista podem incriminar um ministro do atual governo e outros parlamentares

O empresário Joesley Batista, proprietário do Grupo J&F, tem até essa quinta-feira (31) para complementar as informações de sua delação premiada, negociada com a Procuradoria Geral da República. De acordo com informações da jornalista da Folha de S.Paulo, Mônica Bergamo, Joesley entregou todos os seus áudios à PGR.

A Polícia Federal já havia periciado o gravador com a conversa entre ele e o presidente Michel Temer, episódio que ficou conhecido como caso JBS. Mas foi constatado pelos peritos que conversas com outros políticos teriam sido apagadas do aparelho e repassadas ao computador de Joesley. O empresário ouviu todos os áudios e encaminhou os diálogos que possam ter alguma ligação criminal aos procuradores.

Há informações de que um ministro e outros políticos são citados nas novas conversas.