Jornalistas suspendem cobertura no Alvorada; GSI ‘aprimora segurança’

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2020 16h49 - Atualizado em 26/05/2020 16h50
FREDERICO BRASIL/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOPresidente Jair Bolsonaro costuma conceder entrevista à imprensa em frente ao Palácio

Parte dos veículos de imprensa suspendeu temporariamente a cobertura realizada diariamente em frente ao Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, após os jornalistas terem sido hostilizados novamente por simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro. Como resposta, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) afirmou que tem aprimorado as medidas de proteção no local.

“Assim sendo, criou as melhores condições possíveis para o trabalho dos profissionais de imprensa e, também, um espaço reservado aos apoiadores do Presidente. Continuaremos aperfeiçoando esse dispositivo, para que o local permaneça em condições de atender as expectativas de trabalho e de livre manifestação dos públicos distintos que, diariamente, comparecem ao Palácio da Alvorada”, afirmou, em nota, a assessoria de Comunicação Social do GSI.

Além de separação por grades, o órgão destacou que adota outras práticas para a segurança na portaria, como “registro e inspeção de todos os presentes, inclusive com passagem por detector de metal”, e uso de máscaras e manutenção de distanciamento adequado por causa da pandemia do coronavírus.

“Algumas medidas mais restritivas deixaram de ser tomadas, sem sério prejuízo para a segurança, em atendimento à solicitação de integrantes da imprensa, que viram, nestas medidas, óbices ao exercício de suas atividades laborais”, diz o texto.

*Com Estadão Conteúdo