Atiradores eram ex-alunos de escola atacada em Suzano

  • Por Jovem Pan
  • 13/03/2019 15h23
Estadão ConteúdoCrime aconteceu nesta quarta e soma 10 mortos, incluindo os atiradores

Os dois atiradores que atacaram a Escola Estadual Raul Brasil eram ex-alunos da unidade de ensino de Suzano (SP).  A informação é do secretário paulista da Segurança Pública, João Camilo Pires de Campos, em entrevista concedida nesta quarta-feira (13).

Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25, assassinaram oito pessoas – entre elas, dois funcionários, o dono de uma loja e cinco alunos. Depois de cometerem o crime, ao se depararem com policiais, eles cometeram o suicídio.

Castro chegou a se formar no colégio, mas – de acordo com o secretário – o mais jovem havia abandonado os estudos no ano passado. “O mais novo tem um histórico na escola de ter saído antes da hora [da escola]. Foi problema”, declarou Campos.

Mais cedo, a dupla invadiu a unidade de ensino armada com um revólver e uma besta. A coordenadora, que os recebeu, foi a primeira vítima no local. No momento em que morreram, os jovens tentariam entrar em uma classe lotada de alunos.