Juiz admite erro e diz que Marisa Letícia tinha R$ 26 mil e não R$ 256 mi

  • Por Jovem Pan
  • 08/05/2020 15h05
LEONARDO SOARES/ESTADÃO CONTEÚDO/AEA ex-primeira dama Marisa Letícia

O juiz Carlos Henrique André Lisbôa, da 1ª Vara de Família e Sucessões de São Bernardo do Campo, em São Paulo, concluiu que a ex-primeira dama Marisa Letícia tinha R$ 26 mil em investimentos, não R$ 256 milhões.

Em abril, ele havia solicitado esclarecimentos sobre uma aplicação de 2,5 milhões de unidades de CDB (Certificado de Depósito Bancário) emitidos pelo Bradesco, cujo valor total chegaria a R$ 256 milhões. A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na ocasião, argumentou que o valor estava errado.

Em despacho que foi tornado público nesta semana, o juiz admitiu a confusão.

“O inventariante se manifestou por meio da petição de fls. 573/576 e juntou o extrato de fls. 577/584. Restou demonstrado que o investimento que a falecida possuía no Banco Bradesco tem saldo líquido de R$26.282,74 e que ele não é regulamentado pelos contratos acostados a fs. 394/427 e 428/468. A questão, portanto, está devidamente esclarecida”, escreveu.