Juiz autoriza oitiva de testemunhas da Operação Lava Jato no exterior

  • Por Agência Brasil
  • 03/11/2014 20h25

O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, autorizou a oitiva de sete testemunhas de defesa de João Procópio Junqueira, um dos réus nas ações penais oriundas da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

De acordo com a decisão serão ouvidas duas pessoas em Cingapura, duas na Suíça, uma no Panamá, uma em Londres e uma em Hong Kong. Os envolvidos teriam auxiliado João Procópio a atuar na lavagem dos recursos enviados do Brasil pelo doleiro Alberto Youssef.

As ações penais da Operação Lava Jato estão na fase final. Após os depoimentos dos acusados, as sentenças serão proferidas pelo juiz.

Os dois principais acusados, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e Youssef já prestaram depoimento. No início deste mês. Costa informou que empreiteiras repassavam parte do valor de contratos firmados com a Petrobras ao PP, PT e PMDB. Já Youssef ressaltou que Lula, à época presidente da República, foi pressionado por partidos aliados a aceitar a indicação de Paulo Roberto Costa para a Diretoria de Abastecimento da Petrobras.