Juiz pede esclarecimentos sobre aplicação de Marisa Letícia

  • Por Jovem Pan
  • 09/04/2020 22h32 - Atualizado em 10/04/2020 22h11
Estadão ConteúdoJuiz pede esclarecimentos sobre aplicações da ex-primeira dama Marisa Letícia

O juiz Carlos Henrique André Lisboa, da 1ª Vara da Família e das Sucessões, responsável pelo processo de inventário de Marisa Letícia, pediu esclarecimentos ao ex-presidente Lula sobre aplicações de sua esposa.

Inventariante do patrimônio de Marisa, Lula precisa explicar uma aplicação de 2.566.468 unidades de CBD, com vencimento para o dia 18 de maio, emitidos pelo banco Bradesco. O magistrado quer que Lula esclareça se tais investimentos se referem a contratos anexados aos autos. De acordo com os documentos, cada CDB vale R$ 100.

Caso cada título corresponda a esse valor, o investimento da ex-primeira dama chegaria a ordem de R$ 256,6 milhões. Lula tem 20 dias para responder ao questionamento.

Outro Lado

Em nota, os advogados do ex-presidente Lula afirmaram que é inverídica a afirmação de que a ex-primeira dama Marisa Letícia Lula da Silva seria proprietária de CDBs no valor de R$ 256 milhões.

Os defensores alegam que todos os bens que integram o espólio foram apresentados no inventário. O despacho de 6 de abril, portanto, “faz referência, por equívoco, a escrituras de debêntures (título de crédito) que o próprio Juízo reconhece não ter relação com os bens a partilhar”.

“Lamentavelmente, mais uma vez o nome de D. Marisa está sendo utilizado para produzir ‘fake news’, com novos ataques à sua honra e memória”, finalizam.