Juntos, bombeiros e militares de Israel resgataram 35 corpos em Brumadinho

  • Por Jovem Pan
  • 31/01/2019 15h25 - Atualizado em 31/01/2019 15h31
Alex de Jesus/Estadão ConteúdoRepresentantes brasileiros e israelenses elogiaram a operação conjunta

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (31), o tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, revelou que a corporação brasileira e a delegação de Israel conseguiram resgatar, juntas, 35 corpos de vítimas da tragédia de Brumadinho. O número, de acordo com ele, é considerado “bastante expressivo”.

“Essa colaboração foi positiva. Infelizmente estão divulgando notícias falsas sobre um ‘retorno antecipado’ deles por problemas com nossas forças. Isso é inverídico. A colaboração foi proveitosa, os nossos bombeiros e as tropas israelenses localizaram 35 corpos – um número bastante expressivo. O retorno deles já era inicialmente previsto para amanhã. Por uma questão de vôos, embarcarão no fim da tarde de hoje”, explicou.

Aihara ainda citou um exemplo que, segundo ele, mostra o alto nível da cooperação entre os militares das duas nações. “Para que se tenha uma noção. É um costume, quando encontramos um corpo, em respeito às crenças dos bombeiros e às vítimas, realizamos uma oração. Nesse caso, como estávamos atuando em equipes conjuntas e existia uma diferença de religião, no intuito de atingirmos um momento que agregasse a todos, ao invés de fazermos uma oração, optamos juntos por, a cada corpo encontrado, fazer um minuto de silêncio entre as equipes.”

Mais cedo, através do Twitter, o presidente Jair Bolsonaro agradeceu o apoio internacional. “As bravas tropas israelenses, cedidas pelo Primeiro Ministro @netanyahu [Benjamin Netanyahu], encerram hoje a missão no Brasil. Agradeço, em nome do povo brasileiro, ao Estado de Israel pelos serviços prestados em Brumadinho-MG em parceria com nossos Guerreiros das Forças Armadas e Bombeiros”, escreveu.

Confira aqui a cobertura em tempo real do desastre