Justiça cancela mandado de prisão contra presidente do PROS, Eurípedes Júnior

  • 30/10/2018 16h25 - Atualizado em 30/10/2018 16h38
Reprodução/FacebookEurípedes se entregou à PF na semana passada, mas foi liberado pela lei eleitoral

A Justiça revogou o mandado de prisão temporária contra o presidente nacional do PROS, Eurípedes Júnior. O ex-vereador de Planaltina (GO) era investigado na Operação Partialis, que mirava um suposto desvio de R$ 2 milhões em contratos da prefeitura de Marabá (PA).

No esquema criminoso, parte do dinheiro da compra de gases medicinais pela prefeitura seria destinada à compra de uma aeronave pelo ex-prefeito da cidade, João Salame Neto (hoje no MDB). O negócio teria sido ocultado com a aquisição do avião pelo PROS, ao qual Neto era filiado.

A prisão de Eurípedes foi decretada há duas semanas. Na terça-feira passada (23), ele se entregou à Polícia Federal em Brasília, mas não ficou preso porque a legislação eleitoral restringia detenções. Agora, a Justiça entendeu que não há motivo para a prisão.

*Com informações do Estadão Conteúdo