Justiça de SP aceita pedido de recuperação judicial da Odebrecht

  • Por Jovem Pan
  • 18/06/2019 11h15 - Atualizado em 18/06/2019 11h17
EFE / SEBASTIÃO MOREIRAEm sua melhor fase, a companhia chegou a faturar R$ 132 bilhões e teve 193 mil funcionários

A Justiça de São Paulo acatou nesta terça-feira (18) o pedido de recuperação judicial da Odebrecht. Com dívidas de R$ 98,5 bilhões, a companhia pediu na segunda-feira (17) a maior recuperação judicial da história do país. Considerado um dos maiores impérios empresariais que o Brasil já teve, o grupo vinha sofrendo repetidos reveses desde que virou um dos pivôs da Operação Lava Jato.

O pedido abrange 21 companhias, incluindo as controladoras Kieppe e ODBinv, e, no total, R$ 83,6 bilhões poderão ser renegociados judicialmente.

As empresas operacionais, como Engenharia e Construção, Enseada e OR, ficaram de fora.

Os rumores de uma recuperação vinham desde a semana passada, mas a gota d’água foi o pedido de execução de uma dívida da Arena Corinthians pela Caixa.

O banco tentava havia semanas receber garantias da companhia, a despeito de acordo feito por outros credores para evitar a saída judicial.

No auge, a Odebrecht chegou a faturar R$ 132 bilhões e teve 193 mil funcionários.

*Com informações do Estadão Conteúdo