Justiça suspende interrogatório de Lula na Zelotes

  • Por Jovem Pan
  • 15/02/2018 19h51
EFEEx-presidente Lula é acusado de pelos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa no âmbito da Operação Zelotes

O ex-presidente Lula deveria deveria comparecer á Justiça de Brasília, no próximo dia 20. Mas nesta quinta-feira (15), o desembargador Néviton Guedes do TRF-1 (Tribunal Regional da 1ª Região) decidiu suspender a audiência. De acordo com o magistrado, o interrogatório está suspenso até que o Tribunal avalie o recurso da defesa.

Os advogados de Lula pedem que o depoimento do ex-presidente seja colhido por último, até que todas as testemunhas sejam ouvidas. Além do petista, também deveriam depor seu filho Luís Cláudio Lula da Silva e os empresários Mauro Marcondes Machado e Cristina Moutoni.

Lula é investigado no âmbito da Operação Zelotes por atuar na compra de caças militares durante o governo Dilma, além de editar uma MP para conceder incentivos fiscais às montadoras. O petista pelos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa.