Lava Jato vai ‘até onde os fatos levarem’, diz ministro da Justiça

  • Por Estadão Conteúdo
  • 31/10/2016 15h14
Brasília - O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, visita o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck para realização de vistoria nas dependências e apresentar o reforço de segurança (Wilson Dias/Agência Brasil) Wilson Dias/Agência Brasil Alexandre de Moraes

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse, em entrevista nesta segunda-feira (31) que a operação Lava Jato “vai até onde os fatos levarem”.

Segundo ele, essa é uma questão do Poder Judiciário, que tem todo o apoio do Ministério da Justiça e da Polícia Federal. “Até aonde o Ministério Público entender necessário o aprofundamento das investigações, teremos operações”, completou.

Questionado sobre a situação envolvendo o presidente do Senado, Renan Calheiros, na reunião de conjunta sobre segurança pública que ocorreu na sexta-feira, 28, Moraes disse apenas que o saldo do encontro foi muito importante, porque mostrou união dos Três Poderes pela segurança pública.

Renan havia chamado Moraes de “chefete de polícia” ao criticar a operação da Polícia Federal que prendeu temporariamente quatro policiais legislativos na sexta-feira anterior (21).