Levy e Barbosa detalharão medidas nesta quinta na Comissão de Orçamento

  • Por Agência Brasil
  • 15/09/2015 19h52
O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, durante entrevista coletiva após reunião da coordenação política com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto (Antonio Cruz/Agência Brasil)Nelson Barbosa fala após reunião da coordenação política

Os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa, vão à Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional quinta-feira (17) para detalhar as medidas econômicas anunciadas ontem (14) pelo governo. A reunião, acertada pela presidente da comissão, senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), será às 9h.

De acordo com Rose de Freitas, a CMO precisa conhecer com detalhes e debater em profundidade as propostas do governo para poder deliberar sobre os projetos que tratam da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e do Orçamento-Geral da União (LOA) para o ano que vem.

As duas propostas estão tramitando na comissão e aguardam deliberação dos parlamentares. “Essa comissão, especialmente, mais do que qualquer outra, tem que conhecer a fundo em que o governo se baseou para tomar certas decisões”, disse a senadora. Para o líder do governo na CMO, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), o comparecimento dos ministros é “fundamental” para reiniciar a análise das duas propostas.

O deputado Izalci (PSDB-DF) disse que o governo precisa convencer os parlamentares da necessidade de aumento de tributos. “Vamos priorizar o debate com os ministros, até para eles nos convencerem de que não tem outros cortes para fazer antes de cobrar isso da sociedade.”

Com o comparecimento dos ministros depois de amanhâ à Comissão de Orçamento, foi adiada para a quinta-feira da próxima semana, dia 24, a audiência pública com o secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive Barbosa, que falará sobre o resultado fiscal do governo.