Líder do PV afirma posição de “independência” ao governo Temer

  • Por Jovem Pan
  • 31/08/2016 11h32
Senador Álvaro Dias (PV) - ASENADO

O líder do PV no Senado Álvaro Dias disse que sua posição pró-impeachment de Dilma não o torna um imediato apoiador de Michel Temer a afirmou que manterá uma postura de “independência” em relação ao possível novo governo.

“A cultura da política brasileira é do adesismo fácil. Todos querem ficar à sombra do poder. Eu tenho que ficar numa posição de independência”, afirmou Dias em entrevista exclusiva à Jovem Pan.

Apesar da “independência”, Álvaro Dias afirmou que os discursos de Dilma e de seu advogado José Eduardo Cardozo no Senado o “convenceram de que o impeachment é a solução”. Ele analisa: “o discurso dela foi reprise do discurso de campanha, um discurso que apresentou mais inverdades que verdades”.

Dias também espera uma “oposição raivosa que fará o PT” ao governo Temer e entende que “ela não contribui”. “Por isso eu acho muito importante a presença de parlamentares independentes. Eu pretendo ficar entre os independentes”, conclui.