“Lula inicia seu 3º mandato e a presidente Dilma encerra seu 2º”, diz Alvaro Dias (PV)

  • Por Jovem Pan
  • 16/03/2016 16h05
DEM precisa dar o aval para Alvaro Dias sair vice de José Serra

O líder do PV no Senado, Álvaro Dias (PR), entrou nesta quarta-feira (16) com uma ação popular na Justiça Federal de Brasília contra a nomeação do ex-presidente Lula para assumir o Ministério da Casa Civil.

Em entrevista na Casa, o senador afirmou que Lula “inicia seu terceiro mandato e a presidente Dilma encerra seu segundo mandato”. Para ele, não há como fazer outra leitura da nomeação por parte do Planalto.

“Eu creio que o Governo afunda ainda mais em matéria de popularidade. A soma de rejeições, a rejeição de Dilma se soma a enorme rejeição do ex-presidente Lula”, declarou.

Na ação popular, Alvaro Dias alegou que Lula se vale de “expediente maroto” para gantir o foro privilegiado e, assim, deixar de ser investigado pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelas decisões no âmbito da Operação Lava Jato.

Para ele, Lula é uma espécie de “primeiro-ministro ou semi-presidente”, já que desde o início do Governo Dilma o ex-presidente interfere em decisões. “Se antes as interferências indevidas estavam implícitas, agora estarão explícitas. E, portanto, quem governa o País, a partir de sua posse, é o próprio ex-presidente Lula”.

Quanto a situação da presidente, o senador Alvaro Dias afirmou que ela desistiu. “A presidente Dilma joga a toalha. Sufocada pela crise. sem criatividade, sem capacidade para reagir aos acontecimentos, e convoca seu patrono, seu padrinho, para assumir a responsabilidade que é dela”, finalizou.