Lula: Moro “apressou” prisão para evitar liminar do STF

  • Por Jovem Pan com Estadão Conteúdo
  • 05/04/2018 23h01
DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO"O sonho de consumo desse pessoal e do Moro é me manter pelo menos um dia preso", disse Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ao jornalista Kennedy Alencar que o juiz federal Sérgio Moro tomou a decisão de pedir sua prisão hoje em razão da apresentação em Brasília de um pedido ao ministro Marco Aurélio Melo, no âmbito da declaração de constitucionalidade sobre segunda instância, ao qual o ministro tinha se mostrado favorável.

Advogados do PEN, capitaneados pelo criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, pediram nesta quinta-feira, 5, ao STF uma medida cautelar para permitir a execução provisória de pena, como a prisão, após uma decisão do STJ, tese defendida pelos ministros Gilmar Mendes e Dias Toffoli no julgamento do habeas corpus de Lula.

“O sonho de consumo desse pessoal e do Moro é me manter pelo menos um dia preso. Moro aposta na radicalização. Mas estou calmo e sereno”, disse Lula, segundo relato do jornalista.

O ex-presidente argumentou que havia um recurso que seria julgado até o dia 9. O ex-presidente disse também que vai aguardar orientação dos advogados para ver se vai se apresentar amanhã.

Publicado por Lula em Quinta-feira, 5 de abril de 2018