Maia diz que PEC do Teto é forma de governo não punir a sociedade com impostos

  • Por Estadão Conteúdo
  • 27/10/2016 14h19

Rodrigo Maia foi eleito presidente da CâmaraRodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou nesta quinta-feira (27) durante evento no Palácio do Planalto, que a aprovação da PEC do teto dos gastos é uma forma do governo não punir a sociedade com aumento de impostos. “Pela primeira vez, em 20 ou 30 anos, o governo não tenta resolver problemas punindo a sociedade com aumento de impostos. Poderíamos estar falando da reedição da CPMF. Estamos falando de uma proposta que vai limitar o abuso dos governos com a sociedade”, destacou, durante discurso na cerimônia de sanção da lei que prorroga prazos de parcelamentos de empresas optantes pelo Simples. 

Maia disse ainda que o equilíbrio fiscal e as reformas que o governo pretendem implementar são decisivos para o Brasil sair da crise. “Nosso objetivo, com certeza – de uma herança que todos pegamos de 13 milhões de desempregados – é crescer”, acrescentou, ressaltando que o papel dos parlamentares é decisivo. “Somos muitas vezes criticados, mas em nenhum momento, quando procurados, a gente deixa de compreender a agenda que passa pela sociedade”.