Maia encerra sessão e votação da reforma política é adiada pela segunda vez

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2017 21h59 - Atualizado em 22/08/2017 22h07
PEC 77/03 da reforma política precisa de 308 votos para ser aprovada na Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados adiou novamente a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 77/03), que trata da reforma política e regulamenta o “distritão” como o sistema eleitoral para 2018, além da criação de um fundo partidário público. Assim como ocorreu na semana passada, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), resolveu encerrar a sessão após questionamentos dos parlamentares. Nova convocação foi marcada para esta quarta-feira (23).

Parte defendia a análise do texto do deputado Vicente Cândido (PT-SP) ponto a ponto, e não o relatório completo. A sessão foi marcada por alguns momentos mais tensos, como o bate-boca entre o deputado José Guimarães (PT-CE) e o presidente da Casa. Guimarães acusou Maia de “manobrar” para garantir a reforma política e foi prontamente rebatido.

Já o texto principal do projeto de lei também tem gerado diversas discussões na comissão especial, que analisa os destaques, e deve ser votado somente após a aprovação da PEC 77/03.

Vale lembrar que o prazo máximo para aprovação do pleito é até 7 de outubro.